Estamos aqui para ajudar.

Utilização do Doppler espectral de onda pulsada

O doppler espectral de onda pulsada é um modo quantitativo que apresenta graficamente as medições da velocidade do fluxo sanguíneo ao longo do tempo. Quando utilizar o doppler pulsado, pode:

  • Ver e ajustar a posição do volume de amostra, premindo e arrastando a porta.
  • Ver e ajustar a correção do ângulo, premindo e arrastando o ponto do calibrador branco.
  • Alternar entre o modo Doppler pulsado em tempo real e o modo B em tempo real tocando no botão Iniciar espectro/Atualizar modo B.
  • Ajustar o ganho do traçado espectral arrastando o seu dedo para a esquerda e para a direita sobre o traçado enquanto o traçado está em direto.
  • Ajustar a Escala para otimizar para fluxo alto ou baixo, tocando no controlo Fluxo baixo/Fluxo alto no meio do ecrã. O controlo define o seu estado atual.
  • Ajustar a Velocidade de deslocamento do Traçado do doppler espectral tocando no controlo Deslocamento lento/Deslocamento rápido no meio do ecrã. O controlo define o seu estado atual.

Para ajustar o Ganho e a Profundidade da imagem de referência do modo B, saia do modo Doppler pulsado e otimize a imagem no modo B, modo Doppler a cores ou modo Doppler de energia.

O Doppler pulsado está disponível para clientes nos Estados Unidos na predefinição de Acesso: Vascular nos dispositivos iOS com a última versão da aplicação Butterfly iQ.

Para utilizar o Doppler espectral de onda pulsada:

  1. Selecione a predefinição de acesso: Vascular.
  2. Selecione o botão Ações na parte inferior do ecrã. Selecione Doppler pulsado.
  3. Segure e arraste a porta do volume da amostra (a região quadrada no centro da seta) para o local desejado dentro do vaso de interesse.
  4. Uma vez posicionada, alinhe a direção da seta ao longo do sentido do fluxo. Se o fluxo no vaso for craniano, aponte a seta cranialmente. Se o fluxo no vaso for caudal, aponte a seta caudalmente.
    • Cuidado: A direcionalidade do fluxo é representada em relação à direção da seta. O desalinhamento da seta pode levar a uma má interpretação da direção do fluxo. Verifique cuidadosamente se a seta está alinhada com a direção esperada do fluxo de sangue.
    • Nota: o fluxo na direção da seta será sempre retratado acima da linha de base. O fluxo contra a direção da seta será sempre retratado abaixo da linha de base.
  5. Toque em «Iniciar espectro» para iniciar o traçado espectral.
  6. Se não vir nenhum traçado, ajuste a posição do volume de amostra. Para ajustar a posição do volume de amostra:
    • Prima e arraste a seta, que colocará o espectro automaticamente em pausa e reiniciará a imagem de referência do modo B.
    • Toque no botão Atualizar modo B para colocar o espectro manualmente em pausa e reiniciar o modo B.
  7. Para ajustar a velocidade de deslocamento do traçado, toque no botão «Deslocamento lento/Deslocamento rápido».
  8. Para ajustar a escala de velocidade, toque no botão Fluxo baixo/Fluxo alto ou arraste a linha de base.
  9. Para adicionar anotações, congele a imagem e toque no botão de anotações.
  10. Para adicionar medições, congele a imagem e selecione medições lineares.
    • Nota: as anotações e medições só podem ser adicionadas à região do traçado espectral.
  11. As medidas de velocidade serão representadas em cm/s como Velocidade Sistólica de Pico (PVS), o valor absoluto da distância vertical do primeiro ponto do calibrador da linha de base, e Velocidade Diastólica Final (VDF), o valor absoluto da distância vertical da linha de base do segundo ponto do calibrador.
  12. A diferença de tempo entre as extremidades esquerda e direita do calibrador será representada como tempo (t) em segundos.
  13. Para guardar uma imagem do doppler pulsado, congele a imagem e prima o botão de captura.
Este artigo foi útil?
Utilizadores que acharam útil: 1 de 1
Obrigado pelo seu feedback

Lamentamos que não tenha respondido à sua pergunta. Estamos aqui para ajudar. Contacte-nos